Frete Grátis | Parcele suas compras em até 3x

Palermo parte 1 – Dicas de Make

Postado em 27 August 2010

Bom, vou começar aqui as dicas de Palermo de que tinha comentado anteriormente. Vou tentar abordar o máximo de áreas possíveis, mas de forma mais geral, pra não me estender em milhares de posts (falarei de alguns restaurantes mais detalhadamente em posts futuros).
Ah, antes de começar quero ressaltar a importância de, assim que chegar em BsAs, entrar em uma loja, restaurante ou hotel para pegar os guias de Palermo Soho. São três – atualizados de seis em seis meses – de restaurantes, de lojas de roupas e sapatos, e de lojas de design e hotéis. Há ainda algumas dicas de cabelereiros diferentes em um deles (não lembro se no de “indumentarias” ou no de design).
Além dos livrinhos terem mapas bem detalhados com as ruas da região, em cada guia está a localização dos respectivos estabelecimentos e uma breve descrição do local. Vale muito a pena reservar um tempo pra marcar onde você quer ir com base nas indicações deles, que são bastante confiáveis.
1) Make (vou ter que falar não só de Palermo, já que lá não tem muita maquiagem):

Recomendo, como todos, a mais famosa farmácia e já conhecida da maioria: Farmacity. Confesso que ela me frustrou um pouco quando fui, mas acho que ainda assim vale pelo tamanho e opções mais baratas da Revlon, Rimmel London, Maybelline,Sally Hansen, etc.

Uma marca interessante é a local Regina Cosmetic’s, de uma argentina que criou a loja há alguns anos e que hoje já está espalhada por alguns cantos da cidade, incluindo Palermo Soho. As lojinhas não são grandes, mas super fofas, com bom atendimento e muita variedade. Tem cores lindas e diferentes de sombras – o tamanho é grande e a qualidade boa – de esmaltes, batons, etc. Vale a pena conhecer e levar alguns produtinhos…o preço não é tão barato, mas bem mais em conta que algumas marcas brasileiras, por exemplo.

                               Crédito: Blog do GE

Pra quem está disposta a gastar um pouco mais, há vários estandes da MAC espalhados pela cidade, incluindo em shoppings (Alto Palermo) e na Galeria Pacifico (Calle Florida com Cordoba). Nesta última está a MAC Pro, sonho de consumo para quem procura produtos que não vendem nas MACs normais. O preço não é como nos EUA, mas ainda assimvale a pena, pois fica mais barato que comprar no Brasil.

Ah, e não dá pra esquecer do Duty Free da volta de Buenos Aires, que é enorme e vale umas duas horas lá dentro, então programe-se pra chegar com certa antecedência. Ele tem quase todas as marcas de beauté, além de milhares de óculos, bolsas, comidas, etc. A MAC de lá também é maior do que a maioria dos Free Shops e costuma ter variedade (só os atendentes que não são muito pacientes). 
As dicas continuam no próximo post

Próximos posts

0 comentários

Deixe um comentário

Todos os comentários do blog são verificados antes da publicação.

Fique por dentro

Cadastre-se para receber nossas novidades

pesquisar em nossa loja: