Frete Grátis | Parcele suas compras em até 3x

Croácia

Postado em 02 May 2013

Recebi umas dicas bem bacanas da Croácia que gostaria de compartilhar aqui no blog. Nada melhor do que viajar já sabendo muito sobre o local, a viagem sempre fica bem melhor! As dicas são do Gui Amaral, que esteve lá no ano passado, e conheceu as melhores baladas de Hvar (uma das ilhas mais disputada no verão europeu). Vamos conferir suas dicas:

HVAR

Hvar-town2

moeda é a Kuna e o câmbio é 1 BRL= 3,25 HRK (esqueça se você pensa em trazer apenas cartão de crédito. Eles dificilmente aceitam por aqui e tudo tem que ser pago em CASH. E são poucos os lugares que aceitam Euros  também). Hvar na costa Dalmatia na Croácia é a nova cool trip dos europeus! Point de verão, considerada a nova “Saint Tropez” ou a nova “IBIZA” dos famosos e milionários. Tem a sua água mais quente e cristalina em relação a costa da Itália (que fica na outra ponta) devido as correntes marítimas. O mês mais lotado é agosto, por conta das férias na Europa. Caracterizada por invernos suaves e verões quentes com muitas horas de sol o clima de Hvar fez da ilha um dos balneários mais procurados pelos europeus. Sua atmosfera incrível combina a beleza do cenário com diversas opções de lazer, com excelentes restaurantes e uma vida noturna vibrante! É uma ilha baseada na cultura de lavanda e olivas. Eles possuem azeite com aromas e sabores únicos e especiais para qualquer apreciador. Fica há 2h30 de Split de lancha particular ou umas 4 horas de Ferry, que transporta ônibus, caminhões e muita gente, 4 vezes ao dia no verão de SPLIT! (é preciso comprar com horas de antecedência). Não há a menor necessidade de usar carro em Hvar. Mas como a ilha é grande, há praias que são distantes. A opção mais agradável é alugar uma scooter. É possível percorrer a ilha toda. O valor da diária pela empresa Navigar, na alta temporada é de 300 Kn, por uma scooter de 100 ccm.

imagegen

HOTEIS

Os Hotéis mais legais e cools para se hospedar são Riva, Hvar Yacht Harbour Hotel ou Amfora Hvar Grand Beach Resort da cadeia Suncani hvar. A cadeia domina o entretenimento de Hvar com os points mais cools da ilha: hotéis, bares, restaurantes e baladas. (Os hotéis são caríssimos, paga-se por uma cadeira a beira mar ou na piscina. Há que se preparar para gastar no mínimo €1.000,00 por dia o casal!). No fim da tarde existem duas baladas, uma para mais “velhos” no Riva, onde “tops” apoiam seus iates na frente do bar do hotel, na calçada do centrinho. E outra eletrônica no Splash, na ponta da ilha depois do Hotel Almofa! Gente cool e bonita dançando ao pôr-do sol! Em cima tem um restaurante que mais parece um camarote frente à baia do mar Adriático! Lá só clientes podem ficar no terraço!

*** COOL TIP: Você pode pedir com balde com umas 3 cervejas ou uma garrafa de vinho branco, e por tão pouco, você fica no “camarote” com vista ao pôr do sol, mar incrivelmente esmeralda, beldades dançando lá  embaixo pra você! E ainda acaba posando de VIP! Hehehe *** Os Hotéis Amfora e Podstine (diárias a partir de 240 euros na alta temporada) e hotéis bem mais simples e menores, como o Villa Dalmacija (diárias de 150 euros). Muito comum é o aluguel de apartamentos. Link do site do apartamento :http://www.hvarapartments.org/hvarapartments/accommodation-1879.html. *** Quanto tempo ficar: no mínimo 4 noites.

BALADAS

As baladas seguem o padrão do público que vem a Hvar! O cenário é mágico! Depois da meia noite, tudo gira em torno da “noite”. Os iates “estacionam” no centrinho da cidade que ficam lotados de jovens e adolescentes fazendo seus esquentas ”pré” noitada!

As opções de baladas são:

1) The TOP, em cima do hotel Adriana, no centrinho de Hvar.

2) Club Veneranda (club frequentado pela realeza europeia). Um bar adorável que fica dentro de um monsteiro, com piscina e uma pista de dança incrível. Você vai ouvir aquela música eletrônica mais alucinante em um terraço, que tem uma das visões mais lindas do nascer do sol. Hoje o Veneranda é uma combinação de cinema ao ar livre e pizza, onde a noite à uma transição disso para uma das melhores discotecas. Pela manhã, o local, como se autodenomina, é um centro cultural multimídia, tendo concertos, projeções de vídeos e filmes, bar com cocktails, além de diversos outros eventos (a balada começa a receber seus clientes após das 22h).

3) Hula-Hula. É um quiosque ou barzinho de praia, com várias mesas que no final da tarde, ficam ocupados pela mulherada dançando em cima. Tem uma vista para o por do sol inesquecível. Todo mundo com traje de banho e não se paga para entrar. Apesar de acabar às 22h, o pessoal não perde tempo e corre se arrumar para a próxima atração, normalmente o Carpe Diem.

4) Carpe Diem Beach. Abre pela manhã e você pode ir para tomar um sol e beber, mas a tarde é que o negócio esquenta! Música de qualidade e gente bonita, tudo isso em um lindo bar noturno. Não é cobrada a entrada, mas nem por isso perde o luxo, o pessoal vai bem arrumado pra lá. Tem um balcão do bar que fica pegando fogo quase que o tempo todo. Projetado para atrair pessoas que gostam de cocktails e boas vibrações. O terraço é grande e acolhedor, além de ser um lugar extremamente movimentado e alegre. Aqui você pode se preparar para uma noite encantadora, assistindo o pôr do sol e o nascer da lua. Ir a noite neste lugar é demais, nem parece que estamos no mesmo lugar de quando vamos de dia. Eles mudam tudo e como é em outra ilha, vários barquinhos levam o pessoal para lá. O ponto de partida é em frente ao Carpe Diem. Dependendo da festa que estiver acontecendo, a organização oferece barcos para levar o pessoal de graça até Stipanska, saindo do próprio Carpe Diem em Hvar. Quando a travessia grátis não é oferecida, dá para pegar um barco-taxi pagando em torno de 25 kuna (cerca de R$7,00). 

*** Um drink muito bom chama-se Party Pitcher, vale a pena experimentar, é uma jarra de 1 litro com um drink da sua escolha e vêm com vários canudos grandes para várias pessoas beberem juntas.

5) Kiva Bar. É um ótimo clube para se dançar ou beber algo. Afinal, eles têm doses de tequila diferenciadas. Sempre que você pedir uma dose de tequila eles te colocam um capacete do antigo exército. Você coloca o capacete na cabeça, os barmans fazem uma mistura louca nos copos e depois chacoalham sua cabeça. A música é agradável e é um dos melhores lugares para se passar a noite.

6) Riva. Um outro bar que vale a pena conhecer é o Riva, que faz parte do Riva Hvar Yatch Harbour Hotel. Em uma posição privilegiada, a beira-mar, o bar atraí gente de todo o mundo. A decoração é super estilosa, tanto quanto a Carpe Diem. O hotel é um dos mais caros da ilha o que dá luxo e um ar de sofisticação.

*** Você tem que se informar “qual será a do dia” com os cools que você encontrar pela cidade!)

COMIDA

1) Restaurante Luna. Tradicional e familiar, serve um cardápio a base de frutos do mar e pratos tradicionais. Fica em Petar Hektorovica 1. Tel. 385 (21) 741-400.

2)Restaurante Giaxa.Novo e moderno, em um antigo palácio, dos mesmos donos do Luna, com um cardápio mais internacional. Petar Hektorovica 3. Tel. 385 (21) 741-073. Tel. 385 (21) 741-073. http://www.giaxa.com/

3)BB Club.No Hotel Riva, seu forte são as pizzas. Além de massas, uma variedade enorme de pizza, refeições e saladas, você pode pedir um hambúrguer com fritas. http://www.suncanihvar.com/

4)Gostiona Kod Matkovica.Este restaurante no pátio do Riva oferece peixes, marisco e também uma boa seleção de carnes, incluindo espeto assado de cordeiro e vinhos selecionados.

5)Hanibal. Em Hvar Town desde 1997 e é com certeza uma boa escolha. As mesas externas estão sempre cheias, até altas horas. Experimente a lula recheada, o risoto de lagosta ou o cordeiro grelhado juntamente com um serviço cordial e atencioso.

6)Lucullus. Uma refeição descontraída, muito bem preparada, frutos do mar e especialidades servidas em um ambiente agradável. Pizzas estão no menu, mas a melhor opção é a lagosta da ilha. Esse restaurante está na praça principal.

*** Não deixe de provar os deliciosos sorvetes que são vendidos na praça principal de Hvar, quase de frente para a igreja. Em um dia quente e com ressaca, não há coisa melhor! À noite, antes das baladas o esquema é ir para a praça central e conhecer outros viajantes que costumam passar a noite bebendo na rua ou nos bares da ilha de Hvar.

PRAIAS

No quesito praias, a ilha de Hvar deixa um pouco a desejar, já que praticamente não existem praias de areia dourada por lá. Se está à procura de uma experiência de praia mais parecida com o Brasil, a pedida é visitar Palmizana, outra ilha vizinha a Hvar, que tem algumas praias de areia cercadas por pequenos restaurantes e uma baía repleta de iates visitantes, que transportam os donos ao lugar para que aproveitem as praias e as delícias dos restaurantes do lugar.

*** Levar uma toalha de praia ao invés de canga.Todas as praia são de pedras, ou pedrinhas, que deitada numa canga é terrível, e numa toalha de praia pelo menos é menos mal 

*** Alugue um barco ou lancha e passeie pelas ilhas e costas do adriático!

*** Aproveite um dia no Bonj les bains. Cadeiras de sol, camas, pequeno apartamentos, e Bagalô sobre o mar. (Se quiser qualquer coisa diferente de cadeiras, reserve com antecedência).

(Passeio de barco pelas ilhas próximas: alugue o barco e saia pelas ilhas Pakleni Otoci. Em uma delas há um restaurante que tem guarda-sol e pufs espalhados pela praia. Vale dar uma parada para relaxar e tomar uma cerveja. Mas o mais legal deste passeio é se perder nas diversas praias desertas. Quanto mais afastado do porto de Hvar, mais o passeio será exclusivo. Separe um dia inteiro e vá munido de comida e bebida. Com um barco pequeno, não é possível ir muito longe. Fique atento! Leve o celular e, caso tenha algum problema, poderá entrar em contato com a equipe da empresa de aluguel… conheço “alguém” que não conseguia desancorar o barco e teve que ser resgatado!)

MAKARSKA

Vale conhecer a balada Deep Club (alvo, pessoas de 20 e poucos anos).

SPLIT

Split encanta por suas casas de pedras brancas, seus bulevares, suas ruas estreitas e sem carros onde pequenos restaurantes, lojas, tabacarias e bares dividem calmamente a sua atenção. Afinal, não precisa ter pressa para conhecer a cidade, cujas atrações se concentram todas dentro e ao redor do Palácio de Dioclesiano, construído pelo imperador romano para desfrutar dias de descanso. Hoje o palácio guarda muito pouco de sua arquitetura original, pois foi usado como um gueto no século passado e, literalmente, remontado para formar pequenas casas, como se fosse feito de peças de Lego. A cidadetem uma espécie de “calçadão” lotado de mesas e gente, que sentam para tomar um café, comer alguma coisa, bater um papo e ver o povo passar, entre uma barraquinha ou apresentação de música típica.


Próximos posts

0 comentários

Deixe um comentário

Todos os comentários do blog são verificados antes da publicação.

Fique por dentro

Cadastre-se para receber nossas novidades

pesquisar em nossa loja: